Como escolher o tipo de bloco mais vantajoso para sua obra? - O barato pode sair caro!

 

Felipe de Freitas Gonçalves

Engenheiro Civil

Hoje em dia, no mercado, é possível encontrar diversas soluções para fechamentos de ambientes. Nesse artigo vamos discorrer sobre os tipos mais comuns de alvenaria, apresentando não apenas as vantagens e desvantagens, mas também algumas indicações para melhor aproveitamento dos produtos.

Não irei abordar métodos de fechamentos modulares para outros sistemas construtivos, como placas de gesso acartonado, placas cimentícias, de madeira, de concreto, etc.

1.  Bloco Cerâmico com Furos Horizontais

 

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Características principais

Conhecido usualmente como tijolo baiano. Na maior parte do Brasil o mais comum, principalmente em empreendimentos de pequeno porte por ser o menor preço, considerando o valor apenas do produto.

Vantagens

·        Bom desempenho térmico;

·        Mais leve do que o bloco de concreto, aliviando o peso de toda a estrutura e fundação e aumentando a produtividade;

·        Menor custo considerando apenas o bloco;

·        É necessário uma Mão de obra menos especializada;

Desvantagens

·        Pior geometria entre todos os outros tipos de fechamentos nesse artigo. Isso acarreta um revestimento mais espesso, seja de gesso ou argamassa, gerando um custo maior nessa etapa da obra;

·        É muito frágil, portanto é facilmente quebrado em quedas e cortes, gerando uma perda maior, podendo chegar a 30%;

·        Apenas utilizado em alvenaria de vedação, não absorve cargas com facilidade. Resistência à compressão mínima (fb) 1,5MPa;

·        No assentamento é preciso espalhar a argamassa sobre toda a área do bloco, gastando mais argamassa;

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

·        Necessidade de rasgos na alvenaria para passagem das instalações em sentido vertical, gerando maior quantidade de entulho e retrabalho. Exemplo: Na ligação do interruptor com a lâmpada.

 

 

 

2.  Bloco Cerâmico com Furos Verticais

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Características principais

Esse bloco é constantemente confundido com o bloco cerâmico com furos na horizontal. Especialmente em pequenos depósitos de construção de bairros. A principal diferença é que os furos são na vertical.

Vantagens

·        Bom desempenho térmico;

·        Mais leve do que o bloco de concreto, aliviando o peso de toda a estrutura e fundação e aumentando a produtividade;

·        Apesar de muitos desconhecerem, esse bloco também pode ser utilizado para alvenaria estrutural, obviamente especificando a resistência à compressão (fbk). A resistência mínima é de 3MPa, podendo chegar a 15MPa;

·        Passagem de instalação vertical pelos furos sem dificuldades, como eletrodutos ou tubos;

·        No assentamento é preciso apenas argamassa em filetes nas paredes do bloco, economizando argamassa;

·        Maior resistência à umidade, comprovada com o vídeo abaixo:

                             https://youtu.be/mTLTRgmg5sA

 

Desvantagens

·        Não é tão frágil quanto o bloco cerâmico com furos na horizontal, mas a perda de material ainda é superior ao bloco de concreto;

·        É necessária uma mão de obra mais especializada para compensar os benefícios em relação ao bloco cerâmico com furos na horizontal;

·        Precisão geométrica é melhor do que os bloco cerâmico com furos na horizontal, porém como o processo de produção é queima no forno, os lotes não saem com as medidas exatas e mesmo passando nos critérios normativos a imprecisão é maior do que em blocos de concreto;

Abaixo um vídeo com o processo de fabricação desse bloco para melhor entendimento:

                            https://youtu.be/1OsbC708_5g

 

3.  Bloco de Concreto

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Características principais

Bloco com furos verticais. O processo de fabricação desse bloco é por vibroprensa após a mistura do cimento, agregados e água.

Vantagens

·        Com o procedimento de fabricação descrito acima, é possível atingir uma precisão geométrica maior, ocasionando revestimentos com espessuras menores para regularizar as alvenarias;

·        Bom desempenho acústico;

·        Maior resistência, gerando menos entulho devido a perda ser menor do que os outros tipos;

·        Passagem de instalação vertical pelos furos sem dificuldades, como eletrodutos ou tubos;

·        Esse bloco também pode ser utilizado para alvenaria estrutural, obviamente especificando a resistência à compressão (fbk). A resistência mínima é de 3MPa para alvenaria estrutural, podendo chegar a 30MPa e de 2MPa para alvenaria de vedação;

·        No assentamento é preciso apenas argamassa em filetes nas paredes do bloco, economizando argamassa;

 Desvantagens

·        É mais pesado do que os outros tipos de bloco; dificultando tanto o transporte quanto a produtividade;

·        Não é bom isolante térmico;

·        Absorve mais umidade;

 

4.  Bloco de Concreto Celular Autoclavado

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Características principais

Bloco com um concreto leve e agentes expansores que resultam em um concreto mais poroso.

Vantagens

·        Considerado entre os blocos mais leves que existem e o mais leve desse artigo;

·        Produtividade enorme, pois as dimensões dos blocos são grandes e mesmo assim são muito leves;

·        Bom isolante acústico;

·        Bom isolante térmico;

·        Superfície tão uniforme que é possível dispensar o revestimento com reboco ou gesso, podendo regularizar a parede apenas com a massa corrida e a pintura;

 Desvantagens

·        Custo é mais elevado que os outros. Se considerar apenas o valor do bloco o custo pode ser mais do que o dobro;

Indicações

Muito indicado em reformas que irá acrescentar alvenaria na qual não estava previsto no projeto, pela carga extra gerada ser muito pequena em comparação com os outros tipos, pois além do bloco ser leve, ele necessita menos revestimento.

Cabe salientar que mesmo o bloco sendo mais leve não dispensa a verificação de um engenheiro civil.

CONCLUSÃO

É possível verificar que todos os tipos de blocos tem vantagens e desvantagens. A responsabilidade de quem irá tomar a decisão é analisar se a mão de obra irá conseguir compreender as vantagens de um investimento maior no tipo de bloco, a fim de reduzir os custos totais da obra, não apenas da etapa.